A LGPD a favor da sua empresa

LGPD empresas brasil

E aí, sua empresa já está preparada e já sabe com utilizar a LGPD a seu favor? A Lei Geral de Proteção de Dados do Brasil, que foi sancionada em 2018, entrará em vigor em agosto de 2020, trazendo uma série de regras que as organizações precisam seguir para coletar, armazenar, tratar e compartilhar os dados dos seus clientes.

Uma das principais mudanças que esta nova lei traz é determinar que as empresas apenas podem coletar dados pessoais e de fácil identificação com a autorização expressa e clara do seu titular.

Diante disso, as empresas terão que despender um esforço cada vez maior para conseguir manter os dados de seus clientes protegidos.

Entretanto, esta nova lei também traz alguns benefícios para o seu negócio, como por exemplo aumentar o grau de confiabilidade de sua empresa dentro do mercado de trabalho. Com a necessidade de consentimento pessoal para a captação dos dados do cliente, o contato, será mais próximo, o que pode aumentar a confiabilidade entre as partes, estreitando este relacionamento.

Ainda, muito provavelmente teremos a diminuição de publicidades e anúncios não solicitados durante nossa navegação nos sites, o que também poderá resultar em uma navegação mais prazerosa, aproximando os clientes das organizações nas quais realmente possuem interesse.

A partir do ano que vem, uma nova cultura de proteção e privacidade de dados pessoais vai ser estabelecida, resultando em mudanças significativas, que trazem mais organização, centralização de informações adequadas, controle e refinamento dos processos de tratamento e utilização dos dados. Tudo isso aumenta a sua vantagem competitiva e valorização no mercado.

LGPD, como será sua adesão no Brasil?

Até 2018, menos de 20% de todas as organizações em todo o mundo cumpriram integralmente o GDPR da União Europeia. Até 2020, pelo menos 20% das organizações que implantarem serviços de conteúdo e colaboração terão sido acusadas de descumprimento de GDPR.

O Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) é o mais recente mecanismo da UE para controlar o risco de privacidade, onde a violação da privacidade é susceptível de ter um impacto sobre a liberdade e os direitos de uma pessoa.

A GDPR enfatiza:

– A importância dos direitos de um titular de dados e como eles podem exercê-los;

– A notificação de violações de dados é obrigatória;

– Controle geral sobre dados pessoais;

– Conhecimento de como os dados pessoais são ou serão usados;

E no Brasil, o que será que vai alterar rapidamente e o que pode demorar mais tempo para ter a sua devida adequação? A dica da Raidbr hoje é, comece desde já a sua adaptação e evite maiores problemas futuros!

Fazer da sua empresa, uma empresa pioneira, mostrando interesse em proteger os dados dos seus clientes, que são os seus maiores bens, por si só já é um ponto a favor da sua empresa e a Raidbr pode te ajudar a se adequar desde já!

Comentários

Menu