Implantando a Governança em TI

Cada vez mais as empresas têm percebido que a área de tecnologia da informação pode se tornar uma vantagem competitiva. Por isso, ter uma governança de TI se tornou essencial para garantir que a área de TI explore toda a sua capacidade de entregar benefícios ao negócio. Mas por onde começar a implantar a Governança de TI? Siga estes 5 passos e para implantar a governança de TI na sua organização de forma rápida e efetiva:

  1. Adote um modelo de governança: Bons exemplos de melhores práticas são o ITIL® e o COBIT®.
  2. Tenha um plano estratégico de TI: Este ajuda a alinhar os objetivos da TI com os objetivos de negócio.
  3. Projetos Estratégicos: São as iniciativas que serão tomadas para conquistar os objetivos estratégicos de negócio dos quais a TI faz parte. Para o bom gerenciamento é preciso que o gerente de TI também possua conhecimento em gestão de projetos, programas e portfólio. Isso é o básico para garantir que tudo seja entregue no prazo, tempo e orçamento esperado.
  4. Catálogo de Serviços + SLAs: São duas ferramentas essenciais para padronizar os processos de gestão de serviços de TI. O Catálogo de Serviços é um documento que reúne todos os serviços que a TI presta para o negócio e traz uma série de informações sobre eles, enquanto que SLA ou Acordo de Nível de Serviço é o conjunto de regras acordadas sobre nível de atendimento, disponibilidade e qualidade de serviço. Os clientes da TI vão ter uma ideia bem clara do que eles podem esperar dessa área.
  5. Indicadores de Performance: Através do monitoramento com indicadores-chave de performance (KPIs) você saberá se a adoção de todos os tópicos anteriores estão realmente trazendo resultados.

Resumindo…

Para uma empresa implantar uma governança de TI de forma rápida e efetiva a primeira coisa a ser feita é adotar um modelo de governança, como o ITIL ou o COBIT. Outro ponto fundamental é ter um plano estratégico, que ajude a alinhar os objetivos da TI com os objetivos de negócio. Além disso, é preciso investir em projetos, manter os serviços funcionando e medir o desempenho da TI para verificar se ela está realmente entregando os benefícios esperados.

Comentários

Menu