Auditoria Microsoft, como estar legalizado e evitar multas

Infelizmente, a pirataria em empresas ainda é muito comum no Brasil, e o rastreamento de softwares ilegais pode trazer diversas consequências, como multas, processos judiciais ou até mesmo o fim de um empreendimento. Empresas gigantes, como a Microsoft, lutam constantemente para o fim da pirataria. Como o Windows continua sendo o sistema operacional mais utilizado nas empresas, é essencial que um negócio faça uso desse e outros programas de forma legal. Portanto, nesse artigo você entenderá como utilizar corretamente os produtos da Microsoft de forma fácil e objetiva, evitando consequências graves para o seu empreendimento e fortalecendo a reputação de sua marca.

 

Entendendo o que é a licença de software

Antes de tudo, é preciso compreender a importância da licença de software. A Microsoft disponibiliza a venda dos direitos de uso de seus programas. Sendo assim, ao adquirir uma versão de qualquer software em uma revenda, você pagará por um contrato que estabelece o uso concedido entre você e a empresa multinacional. Dessa forma, para cada produto existe um contrato específico.

Ao realizar as fiscalizações, a Microsoft conferirá se os produtos instalados na empresa cumprem com a legitimidade do contrato e solicitarão todas as notas fiscais de comprovação. Portanto, pensar que a fiscalização jamais baterá em sua porta é um erro muito grave. Obter o licenciamento correto é a melhor maneira de evitar futuros problemas judiciais e garantir a estabilidade de seu negócio.


TIPOS DE LICENCIAMENTO MICROSOFT

Quando o assunto é a legalização de uma licença, o gerente de TI ou consultoria especializada serão a chave para o funcionamento desse processo. Será preciso uma análise minuciosa, conferindo a infraestrutura do negócio, suas necessidades e os riscos que o ambiente oferece. 

AUDITORIA MICROSOFT

Cenário recorrente independente do tamanho de empresa é receber uma ligação ou e-mail de algum canal de atendimento direto da Microsoft solicitando dados da estrutura. O processo consiste no envio de um inventário de dados que contemplam informações sobre a empresa, dispositivos e softwares utilizados. 

Alguns dias após enviar o relatório, é solicitado os arquivos referentes as notas fiscais de todos os softwares informados. Os documentos enviados devem estar 100% de acordo com a quantidade, licenças, versões, entre outras regras.

 

Como manter o controle e legalização

A utilização de planilhas ou pastas compartilhas é coisa do passado. Tenha controle e gestão de todos os ativos de sua rede, use da facilidade dos softwares de inventário de rede que capta as informações dos dispositivos, sejam eles estações ou servidores e softwares instalados. Acredite, vai facilitar muito a vida do seu TI.

Anexe todas as notas fiscais referente o licenciamento coorporativo em um único local e padronize que todas as adições já estejam em conformidade neste mesmo software de inventário. Ficou barbada, não é mesmo?

Contrate uma empresa especializada como a Raidbr, que tenha todo o conhecimento para lhe auxiliar a economizar na regularização dos softwares que não estão de acordo com as políticas necessárias. Seremos seu maior aliado em relação a economia em valores e evitar multas altas e dores de cabeça.

Aproveite para solicitar seu inventário de rede ou uma consultoria para validar seus softwares e você ficar tranquilo quando a Microsoft bater na sua empresa. Contate um de nossos especialistas agora mesmo.

Comentários

Menu